3 Setembro 2014
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial » Estação de Biologia Marinha
Estação de Biologia Marinha Versão para impressão Enviar por E-mail


A Estação de Biologia Marinha do Funchal é uma infra-estrutura da Câmara Municipal do Funchal, vocacionada para a investigação científica e destina-se a permitir o desenvolvimento das ciências e tecnologias do Mar, na Região Autónoma da Madeira, em especial nas áreas da biologia e ecologia do litoral e de águas profundas.
A Estação, localiza-se no Cais do Carvão, antigo depósito de carvão datado do início da Revolução Industrial, situado em plena Promenade de Orla Marítima do Funchal, na zona do Gorgulho e é um edifício da autoria do arquitecto Gonçalo Byrne constituído por seis pisos, ao longo dos quais se distribuem vários laboratórios com diferentes características, cada qual com as suas funções: taxonomia, ecologia litoral, ecologia de águas profundas, culturas de fito e zooplâncton, etc.


 


No piso 3, pelo qual se faz o acesso principal, ficam situadas as áreas da Direcção e serviços administrativos (166 m2) e o Biblioteca Professor Luiz Saldanha (140 m2). Esta biblioteca tem como objectivo principal dar apoio à investigação e encontra-se aberta ao público em geral.
No piso 2 ficam situadas algumas áreas laboratoriais: 3 laboratórios individuais (20 m2 cada), 1 laboratório polivalente (52 m2) e um laboratório para histologia (20 m2). Com vista a potenciar os trabalhos de cooperação e o intercâmbio de investigadores, a Estação dispõe de alojamentos para 8 cientistas visitantes.
O piso 1 é constituído por 4 laboratórios: 1 laboratório polivalente (52 m2) que é usado para aulas práticas da Universidade da Madeira, 1 laboratório de taxonomia (40 m2) e outro destinado a trabalhos na área da Ecologia (40 m2), 2 laboratórios individuais (20 m2), sala de convívio, câmara escura e sala de informática.


 


O piso 0, com acesso directo ao mar e ao Cais do Carvão através de uma ampla plataforma exterior, possui um laboratório húmido, (60 m2), laboratório de culturas (20 m2), câmara refrigerada (18 m2, 10ºC), câmara de congelação (18 m2, -20ºC), oficina de mecânica e electrotecnia (60 m2), com acesso directo à plataforma e ainda arrecadação e balneários. Para apoio às actividades científicas desenvolvidas na zona costeira a Estação possui uma Unidade de Apoio às Actividades Subaquáticas e um Laboratório de Apoio, localizados na plataforma exterior.


 


O piso -1 contém um espaço reservado à conservação das colecções de estudo e referência do Museu de História Natural do Funchal (190 m2).
O Laboratório de Biologia Marinha e Oceanografia da Universidade da Madeira ocupa em permanência 3 laboratórios no piso 2 (95 m2) e 1 laboratório no piso 1 (55 m2), os quais se encontram completamente equipados em termos de mobiliário, redes de fluidos, telefone e dados. Tem acesso ainda aos vários laboratórios comuns, nomeadamente o Laboratório Húmido do piso 0 e áreas comuns no exterior, bem como acesso ao Biblioteca Professor Luiz Saldanha.
A Estação de Biologia Marinha do Funchal ocupa uma área bruta de implantação de 392 m2 e que equivale a uma área (bruta) total construída de 1960 m2.
Na Estação, desenvolvem a sua actividade duas equipas de investigadores: a equipa de Biologia Marinha do Departamento de Ciência da Câmara Municipal do Funchal e a do Laboratório de Biologia Marinha e Oceanografia do Departamento de Biologia da Universidade da Madeira.

A Estação é membro da rede Europeia de Estações de Biologia Marinha, e, é parte integrante do IMAR – Instituto do Mar, instituição que agrupa a maioria dos laboratórios e investigadores portugueses ligados às ciências do mar.
A direcção da Estação de Biologia Marinha do Funchal é exercida, em regime de comissão de serviço, pela Dra. Mafalda Freitas, Bióloga, especialista em sistemática de tubarões e raias de profundidade e Conservadora de Cefalópodes


PRINCIPAIS PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO EM CURSO
Na vertente de investigação, desenvolvem-se vários projectos de investigação com co-financiamento FEDER, através do Programa de Cooperação Transnacional PCT- MAC 2007-2013 e mantêm-se outros de longa duração, como seja o inventário da fauna marinha do Arquipélago, envolvendo investigadores de outras instituições.


 

Bases para a Gestão e Valorização Gastronómica de Espécies Pesqueiras Profundas – MARPROF (PCT MAC 2007-2013, MAC/2/065)
O projecto MARPROF visa desenvolver e explorar novas perspectivas, no âmbito da exploração sustentável e valorização dos recursos marinhos profundos, criadas pelos frutuosos trabalhos efectuados, por esta mesma Parceria, ao longo da série de projectos PESCPROF. Este projecto irá efectuar uma prospecção orientada dos fundos marinhos profundos da Macaronésia, cobrindo novas áreas geográficas. Será ainda ampliada a inventariação da biodiversidade marinha profunda e criado um novo acervo de conhecimento biológico e pesqueiro imprescindível à gestão e desenvolvimento de novas pescarias, baseadas numa exploração sustentável. O projecto terá uma componente muito importante de valorização da qualidade e divulgação dos recursos haliêuticos profundos da Macaronésia, efectuando a sua análise nutricional e organoléptica e produzindo um guia gastronómico. Investigador responsável: Drª. Mafalda Freitas


Banco Genético Marinho da Macaronésia – BANGEN
O projecto BANGEN tem por finalidade promover o desenvolvimento e utilização de metodologias de biologia celular, baseadas em análises de DNA, por forma a estabelecer estratégias de rápida resposta na investigação de organismos marinhos e gestão da biodiversidade. Investigador responsável: Dr. Ricardo Araújo.


 

Gestão Sustentável dos Recursos Marinhos – GESMAR
O projecto GESMAR tem por objectivo principal criar uma estratégia comum nos arquipélagos Macaronésicos para uma gestão sustentável dos recursos marinhos. Neste sentido a nossa participação no projecto é caracterizar a pradaria biologicamente de Cymodocea nodosa, existente na área proposta para a criação do Eco-Parque Marinho do Funchal. Investigador responsável: Dr. Ricardo Araújo.


ACTIVIDADES DE CARÁCTER DIDÁCTICO


Na última segunda-feira de cada mês a Estação de Biologia Marinha do Funchal abre as suas portas ao público, no chamado Dia Aberto, desenvolvendo actividades didácticas ligadas à investigação marinha. As visitas são gratuitas mediante marcação prévia.
A visita guiada às instalações da Estação inicia-se com uma palestra temática sobre as actividades de investigação desenvolvidas na Estação. Segue-se uma visita à Biblioteca “Prof. Luiz Saldanha”, aos Laboratórios de Ecologia, Taxonomia e Húmido e à sala das colecções marinhas de referência do Museu de História Natural do Funchal.


 

Durante a visita realizam-se actividades educativas nomeadamente experiências, jogos, fichas temáticas, desenhos e pinturas adequadas a cada faixa etária.
Actualmente realiza-se um “Workshop de Profundidade” que consiste em mostrar aos visitantes todo o processo que decorre desde a captura dos crustáceos (camarões e caranguejos) à sua conservação nas colecções biológicas de referência.
Uma noite por mês, nos 3 meses de Verão, a Estação de Biologia Marinha do Funchal abre as suas portas ao público com o intuito de mostrar o que se faz neste laboratório, tanto na componente da investigação como na componente da educação ambiental. Para além das visitas guiadas, realizam-se também, projecções, pequenas palestras e outras actividades variadas, ligadas ao tema escolhido para cada mês.


Contactos
Cais do Carvão, Promenade da Orla Marítima do Funchal
Gorgulho
9000-107 Funchal
Telf: +351 291 700 360
Fax: +351 291 766 339
Enviar correio electrónico

Para marcação de visitas guiadas no Dia Aberto (última segunda-feira de cada mês, das 09H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00) enviar fax ou correio electrónico com pelo menos 8 dias de antecedência, indicando o número de participantes e o nível de escolaridade.

 

 
 
Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2014, Municipio do Funchal Facebook | RSS