30 Março 2017
pt | en Contactos | Mapa do Site
Página Inicial > O que fazer... > Visitar o Monte
Visitar o Monte

 Mapa Mapa Visitar o Monte

Visitar o Monte
 
monte_280_300 O Monte é um dos locais mais aprazíveis da Madeira.
Com uma localização privilegiada no anfiteatro da cidade do Funchal, a freguesia do Monte, localizada a cerca de 9 Km do centro. e a 550 m acima do nível do mar é, sem dúvida, um dos locais do Funchal a visitar.
Com uma vegetação luxuriante e vistas soberbas sobre o anfiteatro e baía do Funchal, foi, desde os primórdios do turismo na ilha, o local de eleição dos visitantes da Madeira.
Mais Informação

O Culto a Nossa Senhora do Monte
 
NossaSenhora_1p O culto a Nossa Senhora do Monte vem de tempos imemoriais.

Quando Adão Gonçalves Ferreira mandou construir a primitiva Ermida de Nossa Senhora da Incarnação, em 1470, nasceu, ali, o culto mariano em honra e louvor àquela que, noventa e cinco anos depois teria o titulo de Nossa Senhora do Monte.

À Virgem Miraculosa é atribuída a lendária cena da aparição e obtidos outros favores celestiais solicitados, à Virgem, em ocasiões aflitivas da população madeirense. Esse mesmo culto foi-se, a pouco e pouco, expandido e generalizado por toda ilha, passando, depois, a muitos outros recantos do mundo, onde se encontram imigrantes madeirenses. Esse culto religioso acentuou-se, ainda mais, quando, em 1950, foi instituída a «Confraria dos Escravos de Nossa Senhora do Monte».

São várias as lendas de Nossa Senhora do Monte que passaram, de geração em geração, desde os primórdios do povoamento até aos nossos dias.
Mais Informação

A Festa de Nossa Senhora do Monte
 
festa_monte_280_300 A Romaria de Nossa Senhora do Monte data dos primórdios da colonização da ilha, e é, sem dúvida, o maior e mais concorrido arraial cristão da Madeira.

A festa começa no dia 14 de Agosto. Na noite, desse dia, reina a animação, é a grande noite de folia. Milhares de pessoas espalham-se pelo o centro da freguesia, onde nada falta, desde as tradicionais "espetadas" de carne de vaca, às bebidas regionais da ilha apropriadas a um arraial como este. Ao longo de toda noite cantam e bailam, tanto os ritmos mais modernos como os mais tradicionais.

No dia seguinte, 15 de Agosto, é o dia Santo de Guarda. Após a missa, grande número de fiéis acompanham a procissão, que percorre parte da freguesia.
Mais Informação

Hotéis da Época
 
hoteis_monte_280_300 No último quartel do século XIX a ilha da Madeira foi alvo de diversos incentivos no sentido de se criar infra-estruturas, indispensáveis, ao turismo, que se iriam desenvolver no século seguinte.

As belezas naturais da ilha tornaram-na atraente aos estrangeiros. O seu ambiente exótico agradou a muitos gravadores e aguarelistas que a foram retratando, dando-a a conhecer no exterior. As paisagens, os principais monumentos, “Quintas”, costumes e tradições estão documentadas nessas gravuras, das quais se fizeram muitas impressões. A fotografia, também, se estabeleceu na Madeira muito cedo e, passou a constituir uma moderna forma documental para as pessoas recordarem os melhores momentos.
Mais Informação

As Quintas
 
quintas_monte_280_300 Na Madeira “Quinta” significa, geralmente, uma propriedade tanto no campo como na cidade,  com casa de habitação, de certa dimensão, rodeada de jardins e de árvores. Muitas vezes, estas propriedaes, têm terreno para cultivo, principalmente, com plantas hortícolas, bananeiras e vinha.
Mais Informação

Caminho-de-Ferro do Monte
 
comboio_monte_280_300 O Comboio do Monte, também conhecido por elevador ou ascensor foi, sem sombra de dúvidas, um grande contributo para o desenvolvimento da freguesia do Monte, que viria a ser a mais conhecida Estância Turística da Madeira.

Os estudos para o Comboio do Monte foram feitos em 1886, pelo engenheiro Raúl Masnier Ponsard, a quem se deve, entre outros, o elevador de Santa Justa, em Lisboa.

Apesar da relutância dos madeirenses em contribuir com capital para a formação da Companhia do Caminho-de-Ferro do Monte, o primeiro troço, entre o Pombal e a Levada de Santa Luzia, foi inaugurado a 16 Julho de 1893.
Mais Informação

O Novo Comboio do Monte
 
novo_comboio_280_300 Uma réplica do antigo comboio que, entre 1912 e 1943, fazia o percurso entre o centro do Monte e o Terreiro da Luta será construída.

Na linha com cerca 1300 metros, será utilizado um equipamento tipo funicular com capacidade para transportar 60 pessoas, 43 sentadas e 17 em pé.


De acordo com o projecto aprovado, a recuperação do comboio, inclui a antiga estação do Largo da Fonte e a nova estação do Terreiro da Luta. Nos dois espaços existentes serão evidentes marcas de um passado importante na história da localidade, nomeadamente, no que diz respeito à arquitectura, aproximada à que existia na época em que comboio estava em pleno funcionamento. Assim sendo, a decoração das duas estações, a sinalética e o fardamento dos funcionários obedecerão aos mesmos critérios.

A estação do funicular do Monte, a instalar no Largo da Fonte, centro da freguesia, vai ocupar o mesmo edifício onde existia a antiga estação. O edifício, em causa, será renovado com base na manutenção elementos da época. Será ali construída uma bilheteira e uma sala de espera para os passageiros com capacidade para 60 pessoas. Uma nova parte, será construída, de forma a ganhar espaço para uma sala de chá e uma esplanada. A recuperação do antigo quiosque, também, será contemplada.

A estação do Terreiro da Luta será feita a partir de uma reconstituição da que existiu, terá uma bilheteira, sala de espera, cafetaria e um espaço comercial.
Mais Informação

Mapa do Site | Sugestões | Condições de utilização | Privacidade | © 2017, Municipio do Funchal Facebook | Twitter | RSS